EnglishFrenchPortugueseSpanish

02 Colar indígena Kariri-Xocó

R$170,00

Apoie o trabalho indígena. Compre colar indígena artesanal feitos pelas mulheres da etnia Kariri-Xocó. Peças únicas e exclusivas na Peregrina.

Corre! temos apenas 1 em estoque.
Calcular Frete
Forma de Envio Custo Estimado Entrega Estimada

Descrição

83 / 100

Colar Indígena Kariri-Xocó amarelo e preto feitos artesanalmente com miçangas.

Os Kariri-Xocó estão localizados na região do baixo São Francisco, no município alagoano de Porto Real do Colégio. Fazem parte do ecossistema da Floresta Atlântica , preservando seus rituais tradicionais, cantam Toré – músicas nativas, produzem cerâmica utilitária e confeccionam artesanatos maravilhosos, como esses brincos disponibilizados para a Peregrina pela parente Marinildes Pires. Veja outros brincos aqui.

 

A denominação Kariri-Xocó foi adotada como conseqüência da mais recente fusão, ocorrida há cerca de 100 anos entre os Kariri de Porto Real de Colégio e parte dos Xocó da ilha fluvial sergipana de São Pedro. Estes, quando foram extintas as aldeias indígenas pela política fundiária do Império, tiveram suas terras aforadas e invadidas, indo buscar refúgio junto aos Kariri da outra margem do rio.

Suas principais atividades culturais são os cantos e torés, artesanato, cerâmica utilitária e ervas medicinais.

Em resistência à colonização que durante os séculos de genocídio tentou dizimar a cultura indígena do território brasileiro, o povo Kariri-Xocó de Alagoas mantem sua tradição ancestral através da sua linguagem, que é ensinada e perpetuada entre as comunidades Kariris. Além de manter a tradição cultural da comunidade Kariri-Xocó, a prática viva da linguagem reconecta o povo com a sua espiritualidade.

A Peregrina luta pela valorização e preservação da arte indígena dos vários povos originários não só do Brasil, mas de outras partes do mundo. Cada peça de arte é produzida no rezo, com amor e perfeccionismo. No caso dos acessórios indígenas feitoos com miçangas, como brincos, braceletes, aneis e colares, as mulheres são as grandes produtoras desse tipo de arte.

O artesanato indígena representa a singular riqueza cultural de cada grupo étnico e costuma ser uma das principais fontes geradoras de renda para diversas etnias indígenas e fomentam o turismo, a cultura local e nacional.

Todo artesanato produzido está fortemente relacionado à vida indígena, sendo uma atividade de caráter familiar na maior parte ou em todas as etapas do processo de produção, desde a coleta da matéria-prima até o acabamento final e a comercialização.

Da mesma forma como antigamente eram ensinadas às crianças as diferentes formas de sobrevivência na floresta e matas que
viviam, atualmente elas acompanham a família na coleta de matéria-prima, na produção e na comercialização.

É preciso evidenciar o artesanato indígena como produto sustentável, já que sua produção vai contra a lógica consumista da indústria da moda – o Fast Fashion.

Quando for comprar artesanato indígena, é importante identificar sua procedência e observar se é justa a cadeia de produção. Nossos povos originários se preocupam com a preservação dos saberes de seus ancestrais indígenas, os quais são repassados às novas gerações, principalmente pelo seu trabalho manual.

O propósito da Peregrina

Já pensou se todas as pessoas começassem a consumir somente produtos dos quais conhece a procedência?

A indústria da moda, por exemplo, é uma das maiores geradoras de lixo do planeta e o fast-fashion responsável por altos índices de trabalhos análogos à escravidão e infantil.

Pensando na transparência dos processos de compra e venda de artigos artesanais, a Peregrina criou essa loja colaborativa online para que pequenos produtores possam enviar seus produtos de qualquer canto do mundo para qualquer lugar do planeta!

A importância do movimento slow fashion para uma moda consciente 

A indústria da moda é responsável por uma produção massiva de produtos feitos em condições de trabalho precárias e coleções de roupas novas a cada semana. As referências de moda estão sempre mudando e as peças se tornam antigas antes de sair dos cabides. Esse tipo de produção não se responsabiliza pelo estrago ambiental ou social gerado e é chamada de Fast Fashion.

Para quebrar esse ciclo e mostrar alternativas para o consumo de roupas foi criado o conceito de Slow Fashion. O movimento prega a valorização das etapas do processo de criação de uma peça de roupa e a redução das compras em lojas que não se preocupam com a sustentabilidade da produção. Inspirado pelo conceito de slow food, o conceito de slow fashion foi cunhado em 2008, no Centre for Sustainable Fashion.

Criado pela inglesa Kate Fletcher, consultora e professora de design sustentável, o Slow Fashion incita uma maior consciência sobre o consumo de roupas, fazendo com que o consumidor se preocupe com a origem daquela peça, a forma como foi produzida e os impactos éticos, sociais e ambientais que tal produção desencadeia. 

 

Slow Fashion x Fast Fashion

São diversas as diferenças entre os modos de consumo, como por exemplo, no Slow Fashion, a preferência pelo local, ao invés do global. Tanto matéria-prima, quanto produtores locais são valorizados nesse estilo de consumo. Tornando as roupas diferentes umas das outras, cada uma com seu próprio estilo, sem peças idênticas. A produção Fast Fashion ignora a diversidade cultural, tanto na etapa de produção, tanto na de consumo, padronizando a matéria prima e o design das roupas.

Com uma produção mais local, a conexão entre quem produz e quem consome fica facilitada também. Os produtores não se escondem atrás de nomes de marcas ou estilistas, mostrando seu trabalho e criando vínculos com os clientes. Essa criação de laços também incentiva uma produção de melhor qualidade, pois quem produz conhece os gostos de quem consome, assim como o contrário.

O nome Slow Fashion também diz sobre a durabilidade dessas roupas. Diferente do Fast Fashion em que as roupas “saem de moda” toda semana, no Slow Fashion as peças são produzidas pensando em uma maior durabilidade, na redução de resíduos e em cortes e cores atemporais, tornando a produção mais sustentável. O movimento também permite um apego as roupas, mesmo quando não queremos mais uma peça, podemos doá-la a alguma instituição ou brechó para que ela não perca sua vida útil.

Impacto do Slow Fashion

O crescimento do movimento nos últimos anos tem grande impacto no consumo e produção mundial. As mulheres que compõem grande número do mercado têxtil têm a oportunidade de um trabalho com uma renda mais justa. Muitas etapas da produção existentes no Fast Fashion, são eliminadas no Slow Fashion, permitindo que o valor da peça seja seu valor real, com a matéria prima e todo o gasto social e ambiental incluso, além de ajudar a quebrar hierarquias do processo de produção.

O movimento incentiva uma consciência mais ética sobre o consumo, uma preocupação sobre a origem e o bem estar dos envolvidos durante todo o processo de criação da roupa. Fazer parte do movimento instiga uma maior pesquisa sobre os meios de produção e sobre o próprio consumo.

A Peregrina e o Slow Fashion 

A Peregrina da preferência a produtos artesanais feitos por pequenos artesãos ao redor do mundo. Conhecendo as pessoas que fazem nossas roupas, sabemos que a produção das mesmas é justa e de boa qualidade. Garimpando peças de roupas e acessórios pelo mundo, nós gostamos de cruzar culturas e histórias e levá-las para que você dê continuidade a essas peças. Valorizamos uma moda atemporal e não descartável.

Vem conhecer um pouco mais dos nossos parceiros e coleções nas nossas redes sociais e Facebook.Com/EuSouPeregrina e no Instragram @a_peregrina. Trazemos opções diversas e com muita personalidade de todo o mundo para você reinventar sua forma de fazer moda.

Veja outras peças da Peregrina aqui.

 

 

Informação adicional

Peso 0.4 kg
Dimensões 18 × 13.5 × 9 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “02 Colar indígena Kariri-Xocó”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Informações do Vendedor

  • Nome da Loja: Peregrina
  • Vendedor: Peregrina
  • Nenhuma avaliação encontrada ainda!