Como me tornei uma nômade digital

Uma viagem à Índia, uma conversa inesperada e inspiradora com um hippie desconhecido, algum planejamento, tempos de depressão, volta por cima e uma sacada “genial”: trabalhar com o que eu sempre trabalhei.

15 de março de 2014. Eu deixava pra trás namorado, emprego e uma família não muito feliz com a minha partida de um ano para a Índia. Logo na primeira semana, tive o ‘click’ do que se tornaria meu mais novo sonho: uma vida Peregrina.

Criei minha própria marca, me dediquei ao meu aperfeiçoamento como empreendedora, trabalhei como “burro de carga”, fiquei sem grana, tive depressão e hoje dou adeus a todo o caos que o dito ‘retorno de Saturno’ provocou na minha vida.

Hoje tenho vivido o sonho que semeei lá atrás e é o que eu conto pra vocês nesse vídeo.

Quem curtir esse tipo de conteúdo e quiser dar aquela mora se inscrevendo no canal da Peregrina, será super bem vind@

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: