A magia de Trancoso

Com um ponto energético entre Arraial D’ajuda e Trancoso e, sendo essa segunda uma cidade de Exu (que por sua vez é o canal de comunicação entre o plano espiritual e o terreno), há quem diga que Trancoso (BA) é um portal e que tem o poder de “trancar” ou “expulsar” as pessoas daqui…

(…) fazendo fluir mais ou menos sua passagem por aqui. Gente que vem pra ficar e nada dá certo… Gente que vem passar algumas semanas e fica por anos… Tudo articulado pelo Todo, de acordo com a necessidade evolutiva de cada um.

Mirante em Arraial D'Ajuda - Bahia

Mirante em Arraial D’Ajuda – Bahia

Misticismos e crenças à parte, só posso escrever do que vivi – e o que tenho vivido é um profundo senso de realinhamento com meu propósito de vida, com as leis do universo e com o fluxo da abundância rumo ao resgaste do amor incondicional (que andou abaladíssimo nesse coração cheio de rachaduras, confesso).

Logo com uma semana em Trancoso (BA), lugar onde escolhi para dar o ponta pé na minha vida Peregrina, já conseguia virar a chavinha da “falta da sensação de pertencimento” que me assolava.

Não lembro do nome nem do rosto do homem que me inspirou, pela primeira vez, a buscar a vida que busco hoje (essa história eu contei aqui). Sei que era é um austríaco e o fato de não ter falado com ele por mais de meia hora me faz pensar no quanto somos instrumentos, sementes na vida das pessoas. Com essa compreensão, aumenta nossa responsabilidade em botar nossas consciência e intenção pra trabalhar toda vez que cruzamos o caminho de alguém.

Devaneios à parte, o que percebo é que “procurar sua turma” é saudável, recompensador e necessário, não importa se 99% das pessoas da sua faixa etária estão escolhendo caminhos distintos ou se as expectativas de alguns membros da sua família estão sendo quebradas. Ouvi dizer que essa vida aqui que eu tô vivendo agora, eu vivo uma vez só. Não dá pra desperdiçar meu tempo trabalhando igual uma cadela no cio pra comprar o carro do ano se o que eu quero mesmo é dormir sob o céu estrelado à beira do mar.

Coincidentemente ou não, a Matriarca dessa primeira Lunação do ano (se você não faz ideia do que eu tô falando, procure sobre o mito das 13 matriarcas) é a Mãe Natureza – A que Conversa com Todos os Seres e cujo a palavra-chave é P.E.R.T.E.N.C.I.M.E.N.T.O.

Calça @a_peregrina

Moro na roça e tenho a praia a poucos quilômetros de mim, pude acompanhar como nunca cada fase da lua ao som de cigarras, macacos e passarinhos. O fogo sagrado, eu mesmo acendo em uma noite ou outra. Se Deus não está em cada um desses elementos, dos quais faço parte, não sei mais onde buscar.

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s