O que fazer em Arraial do Cabo?

(por Pedro Zeno) Arraial do Cabo é literalmente o Caribe Brasileiro, mas disso ninguém discorda.  Águas translúcidas que geram uma das mais ricas marinhas da costa brasileira. Mas muitos se perguntam, o que fazer em Arraial do Cabo?

Aqui, no  blog da Peregrina, vamos te revelar algumas dicas de passeios imperdíveis em Arraial do Cabo!

CONCORRA a Duas noites de hospedagem no Books Rehab em Arrail do Cabo (pra você e mais um@ acompanhante; e dois passeios de snorkel com foto e vídeo inclusos com os profissionais da Água Viva Dive + 25% de desconto no batismo de mergulho;

1 -Trilha da Praia Brava: A praia mais selvagem de Arraial do Cabo. Localizado no Costão do Atalaia, só é possível chegar de trilha ou de carro até uma certa parte. A trilha começa na entrada do Parque Estadual Costa do Sol e dura cerca de 50 minutos. Com mais ou menos 70 metros, a Praia Brava é perfeita para a prática de esportes, que começa já com a sua trilha e com a descida pelas pedras. Preferida pela galera do surf e pela galera que foge dos grandes fluxos. Tem uma gruta maravilhosa, o único ponto de sombra da praia.
Fica boa quando a maré se encontra baixa. Portanto, é bom consultar a tábua de marés antes de ir ou ir com um guia que conheça as marés. Quando a maré ta bem baixa, rola a Praia Bravinha, um charme de aproximadamente 30 metros de areia. Quando as ondas estão grandes, a praia fica bem pequena e como o nome diz, Brava!
É boa tanto para ir cedo, quanto para ir fim de tarde – ou à noite para curtir um banho de lua. Na volta, vale a pena parar na Casa do Cazuza, principalmente se for fim de tarde.

2- Trilha do Morro da Antena: A trilha do Morro do Miranda, uma das mais leves da cidade, sai do canto esquerdo da Prainha, a primeira praia da cidade. Começa em um pequeno atalho, que bifurca no caminho principal. Daí é só subir que as paisagens vão aparecendo.
Pode-se ver a Prainha de cima, a Praia da Graçainha e Cabo Frio. Mais à frente, encontra-se a Lagoa Rosada, no momento abandonada. Com animais, como burros e cavalos, e nenhuma construção, sobe-se o Morro do Miranda, passa-se pela Praia Secreta e Ponta da Barrilha, com um visual incrível pra Cabo Frio. No topo do Morro, que não demora mais que 40 minutos para ser alcançado, tem uma estação telefônica abandonada. Tem um fim de tarde incrível com uma vista de trás pra Praia Grande e seus 42 km, e ao fundo pra Praia do Pontal, Foguete e Forte. Há uma antena que rende ótimas fotos.

3- Passeio de bike: Sair da Praia Grande e ir pedalando por dentro do Parque Estadual Costa do Sol até a Lagoa de Araruama. Passa por um visual incrível de deserto, uma agradável pedalada e se assiste a um fim de tarde mágico na Lagoa. São cerca de 7 km de pedalada até a Lagoa. A galera do Pedale com Brisa, aluga na Praia do Anjos

4- Nascer do Sol no Mirante do Forno: Com uma trilha saindo da Prainha, pelo lado direito, trilhando cerca de 40 minutos, se chega ao Mirante, que tem uma das vistas mais bonitas da região. De frente pra Ilha do Farol, de costas para Praia Grande, em cima da Praia do Forno, com a Praia dos Anjos à direita, e a Ilha dos Porcos à esquerda, o Mirante do Forno tem uma lindo nascer do sol. Na volta vale a pena curtir a Praia da Graçainha, a que mais tem tartaruga da região. Na entrada da trilha, alugam snorkels, que bastam para uma nadada com as tartarugas. Cuidado com seu lixo e principalmente com seu plástico, não há lixeira na praia!

5 – Travessia da Praia Grande x Prainhas do Pontal
A trilha, considerada a mais bonita da região e  que conta uma boa parte da sua história colonial, passa por diversos pontos. O início da trilha é no canto esquerdo da Praia Grande, subindo o Morro do Vigia, onde os pescadores costumam detectar cardumes. Começa-se a trilha sentido Mirante do Pontal do Atalaia, com a histórica Ilha dos Franceses ao fundo. Depois inicia-se subida do Morro do Pontal do Atalaia até as Ruínas do Telégrafo, ponto mais alto do Morro e com uma bela vista pra Ilha dos Porcos, Ilha do Farol, que teve a praia eleita como a mais bonita da costa brasileiro por 2 anos.
A travessia leva até a Pedra do Macaco, ou Boqueirão, ponto geográfico no continente mais próximo da Ilha do Farol. O fim de tarde também é encantador pelo contato com a natureza selvagem. É rota de passagem de tartarugas, baleias e as mais variadas aves.
A Pedra do Macaco fica a 10 minutos das Prainhas do Pontal. As Prainhas, que costumam se dividir quando a maré sobe, por volta das 16 horas. A Gruta do Amor é o principal atrativo natural da praia.
A trilha é de nivel intenso, e caminha-se de cerca de 15 a 16 km durante a travessia.
É recomendado que se faça com um guia local.

Nossas trilhas são todas feitas dentro dos limites do Parque Estadual da Costa do Sol, uma importante Área de Preservação Ambiental. Nas trilhas, deixe apenas saudades e leve seu lixo! A preservação do meio ambiente é dever e direito de todos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s