Toda forma de (auto) amor

Por trás das fotos da campanha: os bastidores da representatividade

Por que fazemos o que fazemos? Mesmo que essa resposta seja uma busca continua, ou seja, nunca será uma resposta absoluta,de uma coisa sempre tive certeza e não me canso de repetir: a Peregrina não é (apenas) sobre vender roupas.

Desde que o projeto da marca nasceu, minha intenção era que ele fosse um instrumento de transformações positivas de realidades. Consigo fazer isso o tempo todo? Não. Mas cada vez que isso acontece – de uma forma mais direta – é uma vitória a ser comemorada.

img_9755-copia

Ivana Barros Foto: Wagner Emerich – O Retratista Beleza: Bianca Cazarim

Nosso último ensaio foi bem assim. Fazia tempo que eu, Wagner (Emerich) e Amanda (Coutinho) falávamos (em diferentes ocasiões) sobre fazer um ensaio com modelos capazes de representar as diversas formas de beleza da mulher, mulheres “reais” – entre aspas, porque a ideia aqui jamais será desmerecer as modelos que se enquadram nos padrões da profissão – elas mesmas sofrem com preconceitos (pasmem: até por serem bonitas). Aliás, vamos deixar uma coisa bem clara por aqui: a gente nasce sofrendo preconceito pelo simples fato de ser mulher e quem insiste em dizer que isso é mimimi, ou não está na nossa pele ou sempre foi conformada demais e questionadora de menos.

A ideia era ter a Peregrina representada por mulheres de diferentes biótipos, histórias e vivências e, em troca, proporcionar uma experiência na qual elas pudessem se sentir verdadeiramente maravilhosas. Como eu mesma já havia brincado de ser modelo com o Waguito, sabia do que essa experiência era capaz. E sério, não faz mal nenhum se amar um pouco mais! ❤

Escolher as modelos, buscar parcerias, casar os horários da equipe… Começava uma saga. Tive a sorte de contar com duas maquiadoras excelentes que realçaram ainda mais a beleza de cada uma das meninas. Aliás, convido vocês pra conhecerem o trabalho delas: Nayara Arantes e Bianca Cazarim.

E mais sorte ainda de ter o Bom Brasileiro como parceiro, que ofereceu um lanche especial pra gente passar aquela tarde!

img_9581

A Fernanda Castilho, que acabou virando nossa mascotinha, fez um trabalho incrível e registrou cada momento daquela tarde pra gente guardar bem no coração.

Pra propiciar esse momento de autoconhecimento, integração e valorização do feminino, a Amanda Coutinho – que é terapeuta em freqüências de brilho e facilitadora do Círculo de Mulheres – fez um trabalho de visualização com a gente (tipo uma meditação guiada) e, depois, pudemos trocar uma ideia sobre nossos sentimentos em relação aos nossos corpos, aos preconceitos e constrangimentos pelos quais passamos e que a maioria dos homens não têm a menor noção (aliás, muitas mulheres também não têm, já que acham normal e aprenderam a aceitar porque “sempre foi assim”).

16442942_1215628308532348_1225797467_o

Nesse momento, percebemos que quaisquer mulheres que, aparentemente, não tenham nada em comum, vão se enxergar e se encontrar umas nas outras. Basta alguns minutos de presença real e coração aberto. É nesse momento que percebemos que quando uma é insultada, oprimida, desrespeitada, todas são insultadas, oprimidas, desrespeitadas.

E essas feridas vêm se acumulando por séculos e mais séculos, passando de geração em geração. A dinâmica com a Amanda nos ajudou a entender que o que acontece no macro é apenas um reflexo do que acontece dentro de cada um de nós. Por isso, uma necessidade tão grande de nos curarmos enquanto seres humanos, enquanto mulheres. Porque quando uma mulher se cura e se ama de verdade é capaz de transformar muita coisa à sua volta, de transbordar esse amor e apoiar outras mulheres que também passam pelo mesmo processo. De alguma forma, acredito que contribuí para que elas percebessem o quão maravilhosa são. E elas fizeram o mesmo comigo

 

 

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s