Não me peça pra voltar

Uma vez que saímos da caixa, voltar não é uma opção.

A verdade é que, às vezes, é muito difícil atender às expectativas do outro. O caminho que escolhi, vez ou outra, nada tem a ver com o ambiente que me cerca e uma vez que pulamos pra fora da caixa, fica difícil voltar àquela vida formatada.

A gente volta por amor às raízes, mesmo sabendo que elas não compreendem os ventos que atravessaram suas asas. Mas a gente não volta a mesma coisa e as pessoas não entendem porque você torce o nariz pros seus papos de salão, pro seus carros super equipados ou pras ‘conquistas’ no Tinder. Como bem disse uma cigana, fica difícil chamar algum teto de lar quando se experimenta dormir sob céus estrelados.

Aquelas noites no Deserto de Thar… O vento, a tempestade, a brisa calma… Era a VIDA acordando todos os meus sentidos. Agora é vida que segue no Facebook, no Whatsapp e as pontuais contas a pagar. Parece piada.

Por sorte, tratei de encher meus lábios de bom humor, meus olhos de poesia e a cabeça de imaginação e assim vou escrevendo meus dias.

 

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s